Compartilhe
Ir em baixo
ADM.Popozão
Admin
Mensagens : 35
Data de inscrição : 19/07/2018
Ver perfil do usuáriohttp://rpghunterxhunter.forumeiros.com

~ Sociedade ~

em Qua Dez 12, 2018 11:53 am
~ Estamentos ~

Senhor Feudal
É o líder de um país. Ele e sua família tem status de divindades, sendo uma crença popular de que os deuses abençoaram aquela dinastia para governar o país. Normalmente passam a vida inteira voltados à práticas econômicas e políticas, sendo a principal tarefa deles a de administrar uma nação. No RPG é impossível se tornar um senhor feudal.

Monges
São os representantes da religião Ninshu em todos os países do mundo. São tratados como um estamento que fica abaixo somente do Senhor Feudal e dedicam a vida inteira à religião. Eles são responsáveis por selecionar os guarda costas do Senhor Feudal.

Ninjas
Compõe o estrato militar da sociedade. Em questão de pirâmide social eles ficam entre os servos e o Senhor Feudal. São os únicos permitidos a utilizar jutsus e por terem que passar a vida inteira treinando para desenvolver e manter suas habilidades militares, tal estamento não se envolve com outras coisas como produção de bens ou administração estatal. A forma utilizada para manter tais ninjas sobre o controle do Senhor Feudal foi um forte nacionalismo, criado e consolidado historicamente em volta da figura do Senhor Feudal.

Hierarquia Ninja:

Genin
O rank mais baixo dentre os ninjas. São responsáveis por missões de menor risco e compõe a maioria dos ninjas de uma vila.

Chunin
Genins experientes ganham uma promoção para Chunin, onde podem ser enviados para missões mais perigosas. Esse cargo intermediário as vezes é o último estágio de um ninja, já que para subir para o Rank Jounin você precisa ter alguma excepcionalidade que falta na maioria dos ninjas.

Jounin
A elite de uma vila, os Jounins são os ninjas mais poderosos e por conta disso eles são poucos. Suas missões são geralmente as mais perigosas, sendo um cargo onde se coloca a vida em risco com muita frequência.

Kage
O líder de uma vila. O Kage é nomeado das mais diversas formas, dependendo de qual vila estamos falando, mas em todas elas ele representa a maior e mais influente figura. O Kage não sai em missões, seu trabalho é organizar a vila. O único momento em que um Kage entra em batalha é em guerras entre países ou quando sua vila é atacada. A escolha de Kages variam de vila para vila, sendo influenciado pela cultura de cada um dos países: em Konoha todos os ninjas votam no Jounin de sua preferencia, e o Senhor Feudal só sanciona qual ele prefere, normalmente ele sanciona o mais votado para respeitar a votação dos ninjas; em Suna, o cargo de Kazekage é dado ao primogênito da família principal do clã Sabaku, sendo o Kazekage uma figura religiosa tal como o Senhor Feudal; e em Kiri os Jounins votam nos membros do conselho para decidir qual deles se tornará o Mizukage.

Cargos Especiais:


Anbu
Uma organização criada pelas vilas para completarem as missões mais secretas e perigosas. Não são os sujeitos mais fortes da vila, mas são sem dúvida os mais habilidosos em questão de espionagem, furtividade, rastreamento e interrogatório. Os membros dessa organização levam uma vida dupla, uma normal como ninja e uma secreta como Anbu. Os únicos que sabem a identidade dos membros da Anbu são seus outros membros e o próprio Kage. Os ninjas selecionados para esse cargo devem ter demonstrado um enorme comprometimento para com sua vila.

Conselho
Três membros mais experientes e influentes da aldeia que servem para auxiliar o Kage na tomada de decisões. Por normalmente essas três vagas serem preenchidas por proeminentes membros das vilas, esse trio serve para manter uma certa balança de poder na vila e impedir que o Kage haja de uma forma ditatorial. Geralmente os membros do Conselho são ninjas aposentados, mas já existiram casos em que ninjas em serviço chegaram a esse cargo.

Ninjas Guardiões
Ninjas selecionados para servirem como guarda costas do Senhor Feudal. Tal organização é completamente independente do Kage do país, e sua lideraça é dada ao membro que tenha mais mérito. É um cargo de extremo prestígio no mundo ninja, dando uma vida de luxo para aqueles que o tem.


Servos
Compõe a maior parte da população do mundo. São pessoas que servem ao Senhor Feudal e moram dentro dos limites do seu país. Aqui encontramos diversos niveis de servos, desde trabalhadores braçais como grandes mercadores. Estes últimos tem certa influência no governo do Senhor Feudal, normalmente sendo ministros e assessores do mesmo. Por uma questão cultural os servos são proibidos de utilizar jutsus.        
• Administradores
Esses são administradores apontados pelo aparato estatal do Senhor Feudal para algumas regiões. Historicamente esse cargo é dado                   para os sujeitos mais ricos e influentes de uma região como uma forma do Senhor Feudal agradar eles, entregando-lhe um pouco de poder           político e em troca evitar conspirações e uma guerra civil. Não são nobres de nascença, mas alguns Administradores já conseguiram postos        influentes no Estado (como ser o braço direito do Senhor Feudal) e teve casos até mesmo que Administradores usurparam o poder do Senhor     Feudal, apesar de isso ser bem raro de acontecer porque t ais usurpadores preciam criar uma justificativa religiosa para se manterem no poder.

~ Cultura Mundial ~

Nacionalismo
Após o fim do período dos Estados Combatentes, Konoha foi a primeira vila a ser criada. O Senhor Feudal, em conjunto com o Primeiro Hokage Tobirama Senju, perceberam que a única forma deles criarem um novo mundo mais pacifico era substituindo o forte peso que as familias ninjas tinha no ideario ninja e colocando uma figura superior, a da nação, acima destas. Criou-se então um forte sentimento nacional não só para os ninjas mas para todos os habitantes no país, sentimento esse que gira em torno da figura do Senhor Feudal, um sujeito sancionado pelo divino para governar o país. O nacionalismo é ensinado para as crianças - ninjas ou não - desde o seu nascimento, o que faz com que seja normalizado e dificilmente seja abandonado. As outras vilas, nos processos posteriores de modernização, adotaram o mesmo nacionalismo.

Religião
A religião principal é o Ninshu, criada pelo Eremita dos Seis Caminhos. Por ser uma religião muito antiga, teve diversas modificações para se adaptar às demandas históricas. No entanto, ela é a religião mais praticada em todo o mundo. Não tem nenhuma organização central e ela é representada pelos monges. Os principais 'mandamentos' dessa religião é:

• As pessoas devem utilizar o chakra para se conectar entre si e entre os outros através de orações.
• Ninguem deve ter mais chakra do que os outros, com exceção dos ninjas, que devem defender a figura sagrada do nosso Senhor Feudal.
• O Senhor Feudal é um profeta divino na terra, é trabalho dos monges defendê-lo e auxiliá-lo na busca pela virtude divina.
• A guerra, apesar de as vezes necessária, deve ser evitada.

~ Cultura Local ~

Democratas [Konoha]
Apesar do passado sombrio dos Senju no Massacre de Nankin, uma forma de vingança pela morte do saudoso lider do clã Hashirama, Tobirama articulou um hábito público em Konoha tentando criar um ambiente de igualdade entre todos os clãs para colocar o simbolo da unidade em torno dos interesses da vila e do país e não dos interesses individuais. Os ninja de Konoha tem um forte sentimento democrata e respeitam muito seu Hokage pois ele foi escolhido por eles.

Espiritualistas [Suna]
Em Sunagakura a situação foi um pouco diferente. Os diversos clãs de Suna foram unidos por um membro da familia Sabaku, Sabaku Hoku, um homem com a incrivel capacidade de manipulação da Areia. Criou-se na população do país do fogo uma ideia de que membros da família Sabaku, que tinham esse raro poder, eram abençoados por um espirito conhecido como Shukaku da Uma Cauda. Após a paz no país do Vento e a criação da Vila da Areia, o Senhor Feudal, que só conseguiu seu posto por conta dos Sabaku e dos ninjas aliados a ele, entregou à família do dominio da vila. Hoku negou o cargo de primeiro Kazekage e passou para seu filho, Iroi. Em Suna, as pessoas tratam o Kazekage e sua família como se eles fossem um ser divino. Não são tratados como o Senhor Feudal, que é mais divino ainda, mas mesmo assim eles tem uma grande influencia sobre o imaginario normalmente religioso do país.

Elitistas [Kiri]
O País da Água sempre foi conhecido por ser um local cheio de ninjas poderosos. A criação de Kirigakure foi mais uma resposta à criação de Konoha e Suna do que um movimento de revolução dentro do país. Os clãs ninjas mais fortes se juntaram e criaram a aldeia da Névoa, com um forte elitismo. Os ninjas Genin e Chunin são considerados como meras armas ao estado, e essa falta de consideração para com eles os tornam mais competitivos do que os Genin e Chunin de outros países, desenvolvendo neles a ideia de que somente os mais fortes podem sobreviver. Somente Jounins tem poder de escolha na vila. O conselho de Kiri é o maior conselho, sendo ele composto de todos os Jounins, o que faz com que o poder seja ligeiramente mais descentralizado do que das outras vilas.

OBSERVAÇÕES

• O nosso fórum é sobre Ninjas. Ou seja, se o seu personagem, por algum motivo excepcional, mudar de estamento você automaticamente pederá o poder sobre ele. Esse não é um RPG sobre administração pública (então não pode ser um Senhor Feudal), sobre ser um clérigo (então não pode ser um monge) e nem sobre simular uma vida comum (não pode ser servo). É um RPG sobre ninjas e players só poderão controlar personagens ninjas.
• O Nacionalismo é uma ideologia que se espalhou com força entre os países e isso dificilmente será quebrado. Ou seja, todos os personagens criados começaram com um sentimento nacionalista (que pode variar de intensidade, mas que existe). Eles poderão quebrar esse sentimento com o passar do tempo, mas já avisando, isso será um processo lento e extremamente dificil. Um não-nacionalista é bastante mal visto neste mundo.
• A religião também dificilmente será mudada. Ela é só um pano de fundo para justificar a estrutura do mundo. Não há necessidade de narrar o seu personagem praticando tal religião porque ela funciona muito mais como uma filosofia de vida do que como uma religião.
• As culturas locais podem ser modificadas através de acontecimentos no ON. Por exemplo, pode existir um movimento de contestação ao poder religioso dos Sabaku em Suna e estourar uma revolta contra isso. Mas para tal coisa acontecer os proprios membros dessa vila terão que se mobilizar.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum